Versículos-chave:Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Romanos 8:38,39

“Deus é amor!” Esse é provavelmente um dos primeiros versos que você aprendeu na Bíblia. Você já ouviu falar que Deus o ama mil vezes mais do que você poderia imaginar? Mas eu gostaria de saber se você realmente acredita nisso? Não se apresse em responder. Às vezes nós, por estarmos tão familiarizados com estas palavras, deixamos que elas se tornem um conceito para nós, em vez de aplicá-las em um nível pessoal. Entendemos que Deus nos ama do ponto de vista intelectual, mas não profundamente dentro de nossos corações.

Há milhões de pessoas no mundo hoje que não se sentem amadas. Alguns não se sentem amados por seus pais, cônjuge, companheiro ou por sua família. Outros se sentem indignos de amor. Seja qual for a causa, não se sentir amado pode ser mais do que doloroso, pode ser prejudicial a alma.

Precisamos ler, meditar e crer no que a Bíblia nos ensina. Em Cristo, Deus nos ama muito mais do que imaginamos. Deus nos amou tanto que deu o melhor que Ele tinha para nos salvar. João 3:16 diz: “Porque Deus amou o mundo que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Deus dando Seu Filho, significou mais do que só permitir que Ele deixasse a glória do céu e entrasse em um mundo pecaminoso. Significou permitir que Jesus sofresse e morresse em nosso lugar e pagasse uma dívida terrível por nossos pecados.

A Bíblia diz em 1 João 3: 1 “Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu (ou esbanjou): que fôssemos chamados filhos de Deus, o que de fato somos.” ‘Esbanjar’ significa dar algo com generosidade ou em quantidades extravagantes. Deus não poupa nada na forma como nos ama. Ele nos concede um amor infinito, incondicional, sempre presente e eterno, para que fôssemos chamados filhos de Deus. Assim como o Pai ama o seu Filho unigênito, Jesus, Ele agora nos ama, porque, em Cristo, também somos seus filhos. Jesus orou, como tal, em João 17:23 “Eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste.”

Não escute as mentiras do inimigo; você é amado, muito mais do que você imagina, e Deus promete que Ele te ama tanto, que ele não vai permitir que nada o separe de Seu amor.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security