Leitura de hoje: Êxodo 27-29

Versículo-chave: “Assim consagrarei a Tenda do Encontro e o altar, e consagrarei também Arão e seus filhos para me servirem como sacerdotes”. Êxodo 29:44

O papel do Sacerdócio no Êxodo era apresentar sacrifícios a Deus, buscar a orientação de Deus para a nação ou para os indivíduos, instruir o povo na Lei de Deus, servir como juízes em certos casos e servir como guardiões da aliança e do santuário de Israel e tesouros sagrados.

Os sacerdotes eram mediadores entre Deus e a nação Israel. Eles representaram o povo a Deus oferecendo sacrifícios e incenso, liderando o culto e orando pela orientação divina. Eles também representaram Deus para o povo, pois os sacerdotes instruíram Israel na Lei de Deus, comunicaram Sua vontade e serviram de lembretes vivos que Deus perdoa pecadores.

Ao lermos o Antigo Testamento, descobrimos que somente as pessoas da família de Aarão foram autorizadas a ser sacerdotes, mas como lido no Novo Testamento, descobrimos que, através de Jesus (o Grande Sumo Sacerdote), também somos chamados ao sacerdócio. Agora, não há mediadores terrenos entre Deus e o homem como existia no sacerdócio do Antigo Testamento (1 Timóteo 2: 5) e, além disso, 1 Pedro 2:5 diz: “vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo.”

Este ensinamento é conhecido como o “sacerdócio de todos os crentes”. Martinho Lutero escreveu: “esta palavra sacerdote deve tornar-se tão comum como a palavra cristão porque todos os cristãos são sacerdotes”.

Quando Lutero se referiu ao sacerdócio de todos os crentes, ele estava afirmando que o pedreiro e o leiteiro podiam fazer o trabalho sacerdotal. Na verdade, a lavagem e a ordenha eram trabalhos sacerdotais. Não havia hierarquia em que o sacerdócio fosse uma “vocação” e tirar leite da vaca não era diferente. Ambas eram tarefas que Deus chamou seus seguidores para fazer, cada um de acordo com seus talentos.

Reflexão

  • Você se considera um sacerdote?
  • Como sua vida diária se torna um “trabalho sacerdotal”, pois você usa seus dons para a glória de Deus?
  • Como você pode ministrar às pessoas ao seu redor?

Oração

Pai, Obrigado, por nos receber e nos vocacionar. Obrigado que agora podemos chegar a Ti com confiança e servi-lo. Ajude-nos a reconhecer que tudo o que fazemos é ministério para a Glória do seu nome, em nome de Jesus, Amém

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security