Leitura de Hoje: Deuteronômio 9:1 – 10:22 (leitura adicional Salmos 69:19-36 e Provérbios 12:2-3)

Há alguns meses, li um artigo intitulado ”quando Buffet fala, a economia escuta”. Algumas pessoas têm uma influência tão grande que, quando falam, outras pessoas ouvem. Isso se tornou o caso de Moisés, sua influência foi grande e duradoura. No entanto, acima de tudo, suas realizações e credenciais, a coisa que mais me sobressaiu foi que Moisés era um homem de oração. Hoje em Deuteronômio 9:16 – 9:26 vemos Moisés compartilhando com o povo como Deus respondeu suas orações.

Quando os israelitas reclamaram do maná que o Senhor lhes havia dado, o Senhor enviou fogo que destruiu a periferia de seu acampamento; Moisés orou e o fogo parou. Quando os israelitas pediram ao Senhor por um líder para levá-los de volta ao Egito, o Senhor se enfureceu e ia derrubar os israelitas, Moisés caiu diante do Senhor e orou e Deus cedeu. Quando as cobras estavam mordendo e matando os israelitas, Moisés orou e o Senhor abriu o caminho para que eles fossem curados. Quando Moisés desceu do Monte Sinai e os israelitas estavam adorando um bezerro de ouro, o Senhor ficou irado e disse que começaria de novo com apenas Moisés, Moisés orou e o Senhor mudou de idéia. Quando Moisés orou, Deus ouviu.

Muitas vezes podemos nos distrair tentando aumentar nossa influência com os outros. Nós tentamos fazer com que o outro faça o que queremos fazer. Podemos investir tanto tempo tentando fazer com que outras pessoas nos ouçam, que nos esqueçamos de ouvir a Deus. Moisés tinha suas prioridades corretas, ele manteve Deus em primeiro lugar. O que fez Deus dizer sim às orações de Moisés tantas vezes? Deus ouviu Moisés porque Moisés primeiro ouviu a Deus. (Tiago 5:16 e 1 Pedro 3:12). Todos nós queremos que nossas orações sejam ouvidas e respondidas por Deus da maneira como Moisés foi. A verdade é que podemos ter nossas orações respondidas dessa maneira, e podemos ter esse tipo de comunicação livre e aberta com Deus.

Não é um caso de tentar influenciar Deus com nossas orações, mas permitindo que Deus influencie nossa vida de oração. A humildade é algo que achamos difícil, mas a Bíblia ensina claramente a importância da humildade nas orações. Vivemos em um mundo que nos ensina que é cada um por si mesmo, que mais é melhor e que aqueles que têm mais são mais inteligentes. A verdade é que aqueles que permitem que Deus conduza são mais inteligentes. Se queremos que nossas orações sejam respondidas, precisamos simplesmente deixá-lo conduzir.

Reflexão

  • Como você pode sintonizar seu coração com a vontade de Deus?
  • Como você pode levar a oração pelos outros mais a sério?

Oração

Pai, obrigado pelo privilégio da oração. Obrigado por nos ouvir e responder nossas orações. Obrigado por mudar nossas vidas e nos ajudar a entender sua vontade. Ajude-nos a sempre procurá-lo em primeiro lugar. Em nome de Jesus, Amém.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security