“Quanto a mim, feita a justiça, verei a tua face; quando despertar, ficarei satisfeito ao ver a tua semelhança.” Salmos 17:15

Qual é a diferença óbvia entre o homem piedoso e o ímpio? O salmista nos da uma imagem vívida dos ímpios como pessoas que nunca estão satisfeitas.

Todos nós, independentemente de qual parte do mundo que vivemos, estamos constantemente buscando mais satisfação. Queremos uma comida mais saudável e mais saborosa. Desejamos mais roupas da última moda. Desejamos promoções em nossas carreiras. Encontrar o parceiro certo ou a cidade certa para viver pode ser um anseio por satisfação. Nossa fome insaciável é encorajada pela nossa sociedade baseada no consumismo, mas a busca da satisfação abrange os alvoreceres do capitalismo.

Os Rolling Stones costumavam cantar, “Não consigo obter satisfação”, e, se realmente pudéssemos, se olhássemos no lugar certo.

John Piper escreve: “Nada faz Deus mais supremo e mais central do que quando um povo está completamente convencido de que nada – nem dinheiro ou prestígio, lazer ou família ou trabalho ou saúde ou esportes ou brinquedos ou amigos – vai trazer satisfação aos seu corações quebrados além de Deus. Esta convicção gera um povo que apaixonadamente anseia por Deus na manhã de domingo. Eles não estão confusos sobre por que eles estão aqui. Eles não vêem músicas, orações e sermões como meras tradições ou meros deveres. Eles os vêem como meios de chegar a Deus ou Deus chegando a eles por meio de Sua plenitude “.

Como cristãos, devemos ter cuidado com as mentiras ditas pelo mundo no que diz respeito à satisfação. Somos informados de que somos apenas uma coisa, um relacionamento, uma compra longe da felicidade, mas o salmo nos lembra que a verdadeira satisfação duradoura é encontrada apenas em Deus e um relacionamento pessoal com Ele.

O salmista resume lindamente

“Quanto a mim, feita a justiça, verei a tua face; quando despertar, ficarei satisfeito ao ver a tua semelhança.” Salmos 17:15

Nossa alma, diz Agostinho, “foi criada como por Deus, então, por Deus, e, portanto, nunca é silenciosa até que ela repousa em Deus”. Vamos orar, que, como o salmista, Deus gentilmente levante nossos rostos deste mundo para Ele.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

WordPress Security