Leitura de Hoje: João 11: 1-54

Há uma história sobre o único sobrevivente de um naufrágio. Ele apareceu em uma ilha pequena e desabitada. Ele orou para que Deus o resgatasse, e todos os dias ele procurava ajuda no horizonte, mas nenhuma parecia estar chegando. Ele finalmente conseguiu construir uma pequena cabana de troncos para protegê-lo dos elementos e armazenar seus poucos pertences. Mas então, um dia, depois de procurar por comida, ele chegou em casa para encontrar sua pequena cabana em chamas, a fumaça rolando para o céu. O pior aconteceu: tudo foi perdido. Ele foi atormentado pela tristeza e raiva: “Deus !!! Como você pode fazer isto comigo!” No começo do dia seguinte, ele foi acordado pelo som de um navio que se aproximava da ilha. Ele veio para resgatá-lo. “Como você sabia que eu estava aqui?” o homem cansado perguntou aos seus salvadores. Eles responderam: “Nós vimos o seu sinal de fumaça.” Deus pode às vezes trabalhar de maneiras que não entendemos – mas ele ainda trabalha.

Em João 11: 1 vemos: “Um homem chamado Lázaro estava doente. Ele morava em Betânia com suas irmãs, Maria e Marta ”(NLT). Não nos é dito a causa de sua doença ou por quanto tempo ele esteve doente. Ela veio de repente? Teria sido uma doença prolongada que se tornara progressivamente pior? Nós não sabemos, mas sabemos que ele ficou doente e depois morreu. Amar alguém e ser incapaz de fazer qualquer coisa para tirar a dor é um sentimento horrível! Isso é o que Maria e Marta estavam passando com seu querido irmão, Lázaro. O que elas poderiam fazer? Lemos no texto que “as duas irmãs enviaram uma mensagem a Jesus dizendo-lhe: ‘Senhor, aquele a quem amas está muito doente’” (João 11: 3). Jesus viria! Ele consertaria tudo! 

Afinal, olhe para as grandes coisas que ele fez: ele curou o filho de um oficial romano a quilômetros de distância. Ele havia curado um homem paralítico na piscina de Bethesda; Ele até havia dado um sinal a um cego! Certamente, se ele fizesse a tempo, Jesus seria capaz de curar Lázaro, pobre e doente. Ao invés de imediatamente correr para o local, ele fica onde está por mais dois dias. Por que ele não correu para o lado de Lázaro? Por que ele não se dirigiu imediatamente para Betânia? Ele não se importava? Ele estava apenas sendo preguiçoso? Dois dias depois de receber a mensagem, Jesus finalmente decide ir a Betânia. Mas quando ele chega, é tarde demais, Lázaro está morto. Você pode imaginar a decepção de Maria e Marta? No entanto, é quando e somente quando Marta coloca sua total confiança em Jesus e lhe obedece que ela vê a glória de Deus. É o mesmo com a gente. Somente quando damos a Deus nossa total confiança e obediência, ele realmente trabalha em nossas vidas. O okay é dado por Marta e a pedra é afastada da entrada do túmulo. Depois vem um dos momentos mais dramáticos do evangelho de João: Jesus está ali em frente ao sepulcro e grita: “Lázaro, sai!” E Lázaro sai !!!

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security