Leitura de hoje: 1 Timóteo 2: 1-15

Paulo quer que Timóteo e nós saibamos que oração deve estar em primeiro lugar na vida do cristão e da Igreja. A oração deve ser para todos. Tal pedido leva Deus para a vida das pessoas em todos os lugares e para um papel ativo na vida de Seu povo.

C.H. Spurgeon foi um dos pregadores mais populares e bem sucedidos da Inglaterra Vitoriana. Sua ‘Metropolitan Tabernacle’ (igreja) atraiu milhares a cada domingo. Muitas vezes centenas de pessoas ficavam do lado de fora na rua esperando para pegar um pouco da mensagem do pregador batista. Um dia, um grupo de jovens seminaristas foram visitar a igreja que tinham tanto ouvido falar. Quando eles entraram no prédio enorme, eles foram recebidos por um senhor de barba cinza que consideraram ser o zelador. Ele se ofereceu para levá-los em uma excursão pelas instalações e responder quaisquer perguntas que tinham.

Eles caminharam através do santuário, subiram até o púlpito, e olharam para baixo de onde estava o púlpito. Quando eles já tinham visto praticamente tudo e perguntado todas as questões que lhes veio a mente, o velho senhor fez uma pergunta estranha: “Você gostaria de ver o que aquece esta igreja?” Eles não estavam realmente interessados ​​em visitar o porão e a fornalha. Mas apenas para agradar seu hospedeiro, eles o seguiram. Desceram uma escada estreita para uma área abaixo do púlpito. Quando o senhor abriu a porta, ele disse: “Por trás dessa porta está o segredo desta grande igreja. Tudo o que acontece no andar de cima começa aqui embaixo. Este é o lugar onde o fogo no púlpito começa.”

O velho, na verdade, o próprio Spurgeon, abriu a porta para revelar várias dezenas de pessoas em seus joelhos em oração fervorosa. O grande pregador sempre insistiu que o segredo de qualquer igreja, grande ou pequena, eram as orações do povo. Foi Spurgeon, que disse: “Eu preferiria ensinar um homem a orar do que dez homens a pregar.”

Ao longo dessa mesma linha, alguém disse que você pode dizer muito sobre uma igreja pela participação em suas diversas reuniões. O serviço de domingo de manhã, por exemplo, revela a popularidade da igreja. O serviço de domingo à noite indica a popularidade do pregador. Mas o tamanho da reunião de oração mostra a popularidade de Jesus. Um conceito interessante!

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security