Leitura de hoje: Lucas 9:51 – 10:12

Versículo-chave: Enquanto caminhavam pela estrada, um homem lhe disse: “Eu vou seguir você aonde quer que você vá”. Lucas 9:57

Quando o Dr. David Livingstone estava trabalhando na África, um grupo de amigos o escreveu: “Nós gostaríamos de enviar outros homens para você. Você já encontrou uma boa estrada em sua área?” De acordo com um membro de sua família, o Dr. Livingstone enviou esta mensagem em resposta: “Se você tem homens que só virão se eles sabem que há uma boa estrada, eu não os quero. Eu quero homens que virão se não houver nenhuma estrada”.

Os compromissos impulsivos se afastam com dificuldades. O escriba no texto de hoje achava que ele estava pagando um preço alto enquanto se ofereceu para seguir e que isso lhe custaria popularidade e tempo. Embora Ele fosse o Filho do Homem, Cristo respondeu que ele desfrutaria menos conforto de criaturas do que raposas e pássaros. Lucas 9:22 coloca os dois juntos. “O Filho do Homem deve sofrer muitas coisas e ser rejeitado pelos anciãos, chefes dos sacerdotes e professores da lei, e ele deve ser morto e no terceiro dia ser ressuscitado”. (Ver1 Pedro 2: 20-21)

Nossa decisão de construir o reino de Deus deve ser deliberada. Jesus quer que sejamos seus discípulos, mas somente depois de ter considerado as dificuldades associadas à decisão.

Nossa decisão de construir o reino de Deus deve ser abrangente. Jesus quer que sejamos seus discípulos, mas somente depois de termos compreendido o alcance de nossa decisão.

Nossa decisão de construir o reino de Deus deve ser firme. Jesus quer que sejamos seus discípulos, mas somente depois de termos percebido a permanência de nossa decisão.

Um homem foi morto em uma estrada de ferro que atravessava uma noite de verão em 1891. Seus parentes processaram a ferrovia, alegando negligência por parte do vigia. Durante o julgamento que se seguiu, o vigia foi chamado para o suporte das testemunhas. O advogado da promotoria fez-lhe várias perguntas. “Você estava de plantão no cruzamento no momento do acidente?” “Sim senhor, eu estava.” “Você tinha uma lanterna?” “Sim senhor, eu tinha.” ” Você agitou sua lanterna em aviso?” “Sim, senhor, várias vezes”. Tendo respondido afirmativamente a todas as questões, o vigia ajudou a ferrovia a ganhar o caso. Um oficial da ferrovia veio ver o vigia mais tarde e agradecer-lhe por dar provas a favor da ferrovia. O oficial perguntou: “Diga-me, Sr. Jarvis, você estava nervoso durante o questionamento no julgamento?” O vigia respondeu: “Sim, temi todo momento que ele perguntaria: “A lanterna estava acesa?”

Devemos manter nossa lanterna acesa em todos os momentos, brilhar para Jesus, independentemente de qual situação nos encontramos.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security