“Conservemos os nossos olhos fixos em Jesus, pois é por meio dele que a nossa fé começa, e é ele quem a aperfeiçoa. Ele não deixou que a cruz fizesse com que ele desistisse. Pelo contrário, por causa da alegria que lhe foi prometida, ele não se importou com a humilhação de morrer na cruz e agora está sentado do lado direito do trono de Deus.”   Hebreus 12: 2

A verdade é que não podemos nos concentrar em dois destinos ao mesmo tempo. Tanto quanto tentei fazer isso, é impossível. Você não pode entrar em seu carro e dirigir para dois lugares em direções opostas. Quando nossos olhos estão fixos em Jesus, eles não estão no mundo. E, quando nossos olhos estão no mundo, eles não estão em Cristo.

Lembra-se do que aconteceu quando Pedro saiu do barco para andar na água com Jesus? Pedro aceitou o convite. Mas quando Pedro avaliou sua situação e viu o vento e as ondas, ele quase afundou. Eu gostaria de dizer que não sou como Pedro, mas eu sou. Jesus nos convida a fazer parte de Seu trabalho, o qual aceitamos com entusiasmo, então olhamos para as circunstâncias e permitimos que a da dúvida e o medo se arraigem. Nós tiramos os olhos de quem pode fazer tudo e olhamos para a impossibilidade da situação. “Nada será impossível com Deus!”(Lucas 1:37).

Talvez você tenha dado um passo de fé em uma situação que Deus o chamou, mas agora com o vento no seu rosto e as ondas sob seus pés, você está começando a se concentrar mais em seus problemas. Mantenha seus olhos em Jesus.

Quando a multidão começou a apedrejar Estêvão para a morte em Atos 7, lemos “Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, olhou para o céu e viu a glória de Deus e Jesus de pé à direita de Deus”. Estêvão não olhou para as pedras, ele não se concentrou na multidão, ele fixou seus olhos em seu Salvador até que ele entrou em sua própria presença.

O oposto de Estêvão é, claro, a esposa de Ló. Em Gênesis 19, Deus retirou Ló e sua família de Sodoma, que deveria ser destruída. Eles tinham um comando, “Não olhe para trás”. Contudo, o versículo 26 diz: “Mas a mulher de Ló olhou para trás e se transformou numa coluna de sal.”.

Hoje, enquanto seguimos o caminho estabelecido para nós, conservemos nossos olhos em Jesus. Não olhando para trás ou ao redor, mas fixos em Jesus e cheios de confiança nEle – Seu coração, Sua habilidade e Sua natureza imutável para cumprir os planos que Ele tem para nós.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

WordPress Security