Na devocional de ontem, aprendemos que estamos livres da escravidão ao pecado através de Cristo. Nós não somos mais escravos do pecado. Aleluia!

Essa realização vem com outra questão importante – a questão da tentação. Ser livre de escravidão ao pecado significa que nunca seremos tentados? De modo nenhum! Na verdade, Jesus promete que receberemos nossa justa parcela de tentação:

Um dia, Jesus disse aos seus discípulos: “É inevitável que aconteçam coisas que levem o povo a tropeçar, mas ai da pessoa por meio de quem elas acontecem.” – Lucas 17: 1

Sim, somos livres da escravidão do pecado, mas isso não quer dizer que não estamos livres de ser tentados. O diabo continuará a procurar todas as ocasiões para tentá-lo. Ele continuará rondando como um leão faminto buscando quem possa devorar (1 Pedro 5: 8).

Pense na experiência de Jesus depois de ter sido batizado por João Batista. A Bíblia diz que Jesus foi levado para o deserto onde Ele jejuou e orou por 40 dias e 40 noites. Se você estivesse jejuando por 40 dias, quais resultados você esperaria? Tenho certeza de que você imaginaria um momento fantástico na presença de Deus e provavelmente anteciparia ser preenchido com o poder de Deus de uma maneira inexplicável.

Talvez você mesmo encontre um milagre, certo?

Mas o que aconteceu assim que Jesus terminou o seu jejum? Imediatamente depois que Jesus completou seu jejum, o diabo veio tentá-lo. Enquanto Jesus estava sendo tentado, o céu guardava silêncio. Foi somente depois que ele superou que vemos o céu respondendo enviando anjos para ministrar a Ele.

Então o diabo o deixou, e vieram anjos e o acompanharam. – Mateus 4:11

As Escrituras afirmam que a tentação é inevitável – mesmo depois de momentos de consagração e separação. Mais importante ainda, o exemplo de Jesus no desrto, nos lembra que Deus nunca permitirá uma tentação além da nossa capacidade. É por isso que o céu permaneceu em silêncio sempre que o diabo atraiu Jesus com desejos mundanos. Deus sabia que Seu Filho poderia resistir. Como afirmou acertadamente Campbell Morgan: “A santidade não é a liberdade da tentação, mas o poder de superar a tentação”.

Nenhuma tentação o ultrapassou, exceto o que é comum à humanidade. E Deus é fiel; Ele não vai deixar você ser tentado além do que você pode suportar. Mas quando você for tentado, ele também fornecerá uma saída para que você possa suportar. – 1 Coríntios 10:13

Deus sabe que através Dele você tem o que é preciso para vencer a tentação; Ele já avaliou e aprovou cada um.

Reflexão:

  1. Pense nas tentações que você teve no passado. Como Deus capacitou você para superá-las?
  2. Que tentação você ainda enfrenta? Como você pode entregá-las a Deus? Quais são os passos práticos para superá-las?

Oração:
Obrigado Senhor por me fazer um vencedor; me ajude a caminhar nesta vitória e a superar todas as tentações que vierem ao meu caminho. Em nome de Jesus, Amém.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security