Leitura de hoje: Lucas 17:11-37

Versículo-chave: “Não se achou nenhum que voltasse e desse louvor a Deus, a não ser este estrangeiro?” Lucas 17:18

Dois homens estavam passando por um campo um dia quando viram um touro enfurecido. Instantaneamente, eles se dirigiram para a cerca mais próxima. O touro enfurecido os seguiu em perseguição, e logo ficou claro que não oconseguiriam escapar. Aterrorizado, um gritou para o outro: “Faça uma oração, John. Estamos no fim!” John respondeu: “Não posso. Nunca fiz uma oração pública na minha vida.” “Mas você deve!”implorou seu companheiro. “O touro está nos alcançando.” “Tudo bem”, disse John,”eu vou dizer a única oração que eu conheço, o que meu pai costumava repetir na mesa: “Ó Senhor, pelo que estamos prestes a receber, nos torna verdadeiramente agradecidos.”

Se existe um pecado que hoje prevalece, é o pecado da ingratidão. Deus faz tanto por nós. Nosso endividamento para com Ele é enorme e, no entanto, raramente ou pelo menos infrequentemente agradecemos o que Ele fez. Na verdade, a maioria dos cristãos professos nem sequer agradecem as suas refeições muito menos obrigado por tudo o que Deus faz em suas vidas. Nós somos muito parecidos com o menino que recebeu uma laranja de um homem. A mãe do menino perguntou: “O que você diz ao bom homem?” O menino pensou e entregou a laranja de volta e disse: “Descasaca”.

Com o Dia de Ação de Graças neste fim de semana nos EUA. Vamos aproveitar o tempo para agradecer. Para agradecer a Deus por todas as coisas com as quais nos abençoa. 

“Oramos pelas grandes coisas e esquecemos de agradecer os presentes comuns, pequenos (e ainda não muito pequenos)”.
– Dietrich Bonhoeffer, Life Together: a exploração clássica da comunidade cristã

Para um filho de Deus, a gratidão não se limita a um dia ou a uma temporada, é uma atitude que devemos ter todos os dias e todas as horas.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

WordPress Security