Lucas 14:17-18
“Na hora de começar, enviou seu servo para dizer aos que haviam sido convidados: ‘Venham, pois tudo já está pronto’. “Mas eles começaram, um por um, a apresentar desculpas. O primeiro disse: ‘Acabei de comprar uma propriedade, e preciso ir vê-la. Por favor, desculpe-me’.”

Na parábola do Grande Banquete, Jesus diz em Lucas 14:18: “Mas eles começaram, um por um, a apresentar desculpas.” Lembre-se, o convite dado para o banquete já havia sido entregue e aceito semanas antes. Mas essas pessoas começaram a fazer desculpas esfarrapadas no último minuto. No Oriente Médio, recusar um convite de um grande homem era como uma bofetada no rosto, foi um enorme insulto. O versículo 21, nos diz que o proprietário da casa ficou bravo. Deus se irrita quando as pessoas tentam oferecer a Ele desculpas vazias.

Uma desculpa é como um embrulhar uma mentira para presente. Nossa cultura refinou a arte de fazer desculpas. Existe mesmo uma grande quantidade de sites que sugerem centenas de desculpas que você pode dar para qualquer situação. Eles até os dividem em categorias. Por exemplo, há desculpas para usar se você for pego dormindo no trabalho. Algumas desculpas são: “Eles me disseram no banco de sangue que isso pode acontecer”.

Havia três desculpas dadas na parábola de Jesus. Eles são as mesmas desculpas que as pessoas estão dando a Deus hoje. Na superfície, eles podem parecer razões legítimas, mas quando você os examina, você descobrirá que são desculpas vazias que deram simplesmente porque não queriam participar da festa.

A primeira desculpa é “Eu tenho que cuidar das minhas coisas!”

O primeiro homem disse que acabou de comprar um pouco de terra e ele teve que ir examiná-la. Agora, quantos de vocês comprariam uma propriedade sem vê-la primeiro? Este homem representa pessoas que são tão possuídas por suas posses que são controladas por elas. Eles passam suas vidas comprando mais e mais coisas e então eles precisam gastar todo seu tempo protegendo e mantendo e usando todas as suas coisas. Jesus disse: “A vida de um homem não consiste na abundância de seus bens”. (Lucas 12:15)

Cada um de nós tem que ter cuidado para que nossas coisas não se tornem mais importantes do que Jesus. Se desfrutamos mais do que Deus, precisamos nos arrepender e aceitar o convite de Deus para chegar a Ele.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security