Leitura de Hoje: Daniel 11:2-35 (leitura adicional: Salmos 122:1-9 e Provérbios 29:1)

Nos dias em que vivemos agora muitos estão tentando avançar de muitas maneiras diferentes. As pessoas freqüentam a faculdade para progredir, algumas investem, algumas iniciam negócios, algumas têm relacionamentos errôneos e algumas entram na política. Como você planeja alcançar a grandeza?

Daniel 11: 32b nos lembra. “Mas as pessoas que conhecem o seu Deus serão fortes e realizarão grandes façanhas.”

CS Lewis disse: “Em Deus você se depara com algo que é em todos os aspectos imensamente superior a você mesmo. A menos que você conheça a Deus como isso – e, portanto, se conheça como nada em comparação – você não conhece a Deus de forma alguma. Enquanto você estiver orgulhoso, você não pode conhecer a Deus. Um homem orgulhoso está sempre olhando para as coisas e para as pessoas: e, é claro, enquanto você estiver olhando para baixo, não poderá ver algo que esteja acima de você. ”

Durante a Reforma Protestante dos anos 1500, Martin Luther articulou uma distinção atemporal entre duas abordagens para conhecer a Deus. Ele rotulou uma “teologia da glória” e a aplicou àqueles que acreditam que podem alcançar um conhecimento glorioso de Deus pela bondade humana, esforço religioso, experiências místicas ou a sabedoria da razão humana. De acordo com essa visão, Deus se manifesta com mais frequência através de bênçãos, vitória, sucesso, milagres, poder e outras experiências estimulantes de “glória”. Em contraste, Lutero argumentou que o modo bíblico de conhecer Deus passa por uma “teologia da cruz”. Deus “Se ocultou” a si mesmo onde a sabedoria humana não esperaria encontrá-lo, isto é, na humildade e sofrimento do homem Jesus Cristo, e especialmente em Sua morte humilhante em uma cruz romana. Como Lutero colocou, “a verdadeira teologia e reconhecimento de Deus estão no Cristo crucificado”. Então, ao invés de encontrar Deus ascendendo a Ele através de nossos esforços, sabedoria ou experiências auto-iniciadas, Deus desceu até nós em Jesus, cuja glória estava nos lugares menos esperados – a cruz – e de um modo onde Ele pode ser encontrado somente pela fé.

Nós tendemos a ver uma geração de cristãos que se especializam em assuntos menores, mas não parecem possuir a verdadeira medida do evangelho no conhecimento de Deus. Devemos nos guardar contra apenas conhecer mais sobre Deus e nunca conhecê-lo.

Reflexão

Somos como o povo de Daniel? Pode-se dizer que conhecemos o nosso Deus?

Oração

Pai, obrigado por nos permitir conhecer Você e entrar em um relacionamento com Você. Ajude-nos não apenas a buscar mais conhecimento sobre Você, mas realmente a aprofundar nosso relacionamento. Em nome de Jesus, Amém.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security