Versículo Chave: “Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os homens vejam que eles estão jejuando. Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, ponha óleo sobre a cabeça e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê no secreto. E seu Pai, que vê no secreto, o recompensará”. Mateus 6:16-18

O jejum tem sido um grande ênfase na vida de muitos grandes líderes espirituais ao longo da história. John Wesley, fundador da denominação Metodista, fazia jejum toda quarta-feira e sexta-feira e exigia de todo o seu clero fazer o mesmo. Ministros eficazes de Deus desde o apóstolo Paulo a Martin Luther a John Calvin fizeram do jejum uma parte contínua de sua caminhada com Deus. Nenhum desses homens tiveram uma “forma de jejuar”, que era a única maneira “certa”. O jejum é sobre a condição do coração, e não sobre o número de dias.

A consideração mais importante em jejum é o seu motivo. Sam Storm escreveu “Se em algum momento, durante o jejum, você está pensando: ‘Deus vai me amar mais … Deus certamente vai ficar impressionado comigo agora!’ entra em seu carro e vai comer um McDonalds! Se você está sendo tentado a acreditar, ‘Deus vai me abençoar mais … Ele não terá escolha a não ser honrar minha integridade!’ vai comer a maior pizza que você pode encontrar! Se passar por sua mente: ‘Eu sou melhor do que os outros que não jejuam, e eu espero com certeza que eles possam reconhecer isso, tão claramente como eu!’ vai a um self-service e come tudo o que você puder!”

Por que você está jejuando? O jejum deve sempre ter um propósito espiritual – um propósito centrado em Deus, e não auto-centrado. Pensar em comida ou qualquer outra coisa que desistimos durante o jejum, deve levar nossos pensamentos para Deus. Eles não devem nos distrair, ao invés disso, devem nos lembrar do nosso propósito. Ao invés de focar a mente sobre nessas coisas, devemos usar o desejo de comer como um lembrete para orar e para reconsiderar nosso propósito.

  • Por que você está jejuando? É por qualquer outra razão do que se humilhar, buscar a Deus e por o seu coração em comunhão com Ele? Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para preparar seu coração.
  • Confesse cada pecado que o Espírito Santo traz à sua mente e aceite o perdão de Deus (1 João 1:9).
  • Busque o perdão de todas as pessoas que você ofendeu e perdoe a todos os que o feriram (Marcos 11:25; Lucas 11:4; 17:3,4).
  • Entregue a sua vida completamente a Jesus Cristo como seu Senhor e Mestre; se recusar a obedecer a sua natureza mundana (Romanos 12:1,2).
  • Medite sobre os atributos de Deus, Seu amor, soberania, poder, sabedoria, fidelidade, graça, compaixão e outros (Salmo 48:9,10; 103:1-8, 11-13).
  • Comece o seu tempo de jejum e oração com uma expectativa no seu coração (Hebreus 11:6).
  • Não subestime a oposição espiritual. Satanás muitas vezes intensifica a batalha natural entre o corpo e o espírito (Gálatas 5:16,17).

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security