Leitura de hoje: Mateus 23

Versículo-chave: “Assim são vocês: por fora parecem justos ao povo, mas por dentro estão cheios de hipocrisia e maldade”. Mateus 23:28

Nós estamos cansados de pessoas dizendo uma coisa e vivendo algo que é completamente o oposto. De acordo com o dicionário, um hipócrita é “uma pessoa que finge ter crenças ou práticas que ele ou ela realmente não possuem.” Como usado na Bíblia, o termo vem do antigo teatro grego, onde um ator costumava fazer duas partes. Ao dizer algo humorístico, ele iria usaria uma máscara com um rosto sorridente; quando fazia uma parte trágica, ele usaria uma máscara com uma cara triste. Um bom ator poderia imitar a fala, gestos, e conduta do personagem que ele estava retratando. A palavra significa literalmente: “Aquele que se esconde atrás de uma máscara.”

Um dia caloroso quando eles tiveram convidados para jantar, uma mãe pediu ao seu garoto de quatro anos chamado Johnny para orar pela refeição. Johnny realmente não queria e reclamou: “Mãe, eu não sei o que dizer!” A mãe respondeu docemente, na frente de seus convidados: “Oh, apenas diga o que você me ouve dizer”. Obedientemente, Johnny inclinou a cabeça e murmurou: “Oh Senhor, por que convidei essas pessoas em um dia tão caloroso?”

Há uma diferença entre ser um pecador e ser um hipócrita. Há uma suposição de que o cristão é alguém que não peca. Nada poderia estar mais longe da verdade. Na realidade, é exatamente o contrário.

1 João 1:8 diz muito claramente: “Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.” Um hipócrita, ou aquele que usa uma máscara, afirma ser isento de falhas. Um cristão, por outro lado, admite o fato de que ele ou ela é um pecador. O próximo verso, 1 João 1:9 descreve a diferença entre um hipócrita e um pecador honesto: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” Um pecador perdoado procura consistentemente ser purificado do pecado.

Não se trata de ser bom. Trata-se de sermos perdoados. Eu acho reconfortante saber que todos somos estragados. Um dos maiores cristãos que já viveram foi o apóstolo Paulo. Contudo, ele sabia quem ele era. Ele escreve sobre isso em 1 Timóteo 1:15: “Esta afirmação é fiel e digna de toda aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o pior.”

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

WordPress Security