Versículo Chave: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” 2 Crônicas 7:14

O avivamento não acontece quando buscamos avivamento, mas quando buscamos a Deus. Deus diz que se orarmos e buscarmos a Sua face, Ele vai ouvir e perdoar e curar nossa terra.

Muitas vezes eu me pergunto se as pessoas pensam que o objeto da oração é superar a relutância de Deus. Escutando orações de algumas pessoas, parece que eles acreditam que Deus não quer ser incomodado, mas se eles orarem direito, pode ser que Deus faça algo por eles de alguma forma. A oração não é superar a relutância de Deus, a oração é confessar nossa necessidade, e nosso desejo, para serem conformes à Sua vontade. Deus está esperando ouvir as nossas orações, e até nos colocarmos de joelhos, nos humilharmos, buscarmos a Deus e pedir que Ele venha, avivamento não se tornará uma realidade.

Em 1857, havia um homem de 46 anos de idade chamado Jeremiah Lamphere que viveu na cidade de Nova York. Jeremias amava o Senhor tremendamente, mas ele não sentia que poderia fazer muito para o Senhor, até que ele começou a se sentir um fardo para com os perdidos e aceitou um convite de sua igreja para ser um missionário em sua cidade. Então, em julho de 1857, ele começou a subir e descer as ruas de Nova York distribuir folhetos e conversar com as pessoas sobre Jesus, mas ele não estava tendo nenhum sucesso. Então Deus colocou em seu coração para tentar orar. Então, ele imprimiu um monte de folhetos, e ele distribuiu para todo mundo que ele conhecia e não conhecia. Ele convidou quem quisesse para vir para o 3º andar do ‘Old North Dutch Reform Church’ (Igreja Holandesa Reformada) em Fulton St. em Nova York das 12:00 à 1:00 nas quartas-feira para orar. Ele distribuiu centenas e centenas de folhetos e colocou cartazes em todos os lugares que podia. A quarta-feira veio, e ao meio-dia ninguém apareceu. Assim Jeremias ficou de joelhos e começou a orar. Por 30 minutos, ele orou por ele mesmo, quando, finalmente, cinco pessoas entraram.Na semana seguinte, 20 pessoas vieram. Na semana seguinte, entre 30 e 40 pessoas vieram. Eles, então, decidiram se reunir todos os dias das 12:00 à 1:00 para orar pela cidade. Em pouco tempo alguns ministros começaram a chegar e eles disseram: “Nós precisamos começar isso em nossas igrejas.” Dentro de seis meses, haviam mais de 5000 grupos de oração que se reuniam todos os dias em Nova York. Logo a notícia se espalhou por toda a América. Começaram a ter reuniões de oração na Filadélfia, Detroit e Washington DC. Na verdade, o presidente Franklin Pierce começou a ir quase todos os dias para uma reunião de oração do meio-dia. Em 1859, cerca de 15.000 cidades da América tinha reuniões de oração no centro da cidade todos os dias ao meio-dia, e milhares vieram a Cristo. A grande coisa sobre este reavivamento é que não é um pregador famoso associado a ele. Tudo começou por um homem que queria orar.

E se a vida de oração da sua nação, começar com você levando a oração a sério?

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

WordPress Security