Versículos-chave: “O anjo disse às mulheres: “Não tenham medo! Sei que vocês estão procurando Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Venham ver o lugar onde ele jazia. Vão depressa e digam aos discípulos dele: ‘Ele ressuscitou dentre os mortos e está indo adiante de vocês para a Galiléia. Lá vocês o verão’. Notem que eu já os avisei”. Mateus 28:5-7

Todos nós experimentamos a morte de alguém próximo a nós. A morte parece tão cruel, tão dura, e tão final. Isso é o que os discípulos estavam sentindo quando viram Jesus, que tinham deixado tudo para o seguir, morrer na cruz. Eles estavam devastados.
Como nós, eles teriam voltado para suas memórias, para refletir sobre o tempo que passaram com Jesus. A memorável missão que Jesus tinha feito.
Eles teriam recordado Jesus de pé no túmulo de seu amigo íntimo Lázaro. Jesus chorou (ver João 11:35). Jesus chorou, porque sabia que a morte não fazia parte do plano original de Deus.

Mas, estando lá no túmulo de Lázaro, Jesus também proferiu estas palavras cheias de esperança: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá “(João 11:25). A morte não é o fim. E a ressurreição de Jesus Cristo prova isso.

Eu li que os gambás são animais inteligentes. Eles não entram em um buraco se houver apenas um conjunto de pegadas entrando nele. Eles sabem que há algo lá dentro. Mas se houver dois conjuntos de pegadas, uma entrando e outra saindo. O gambá entrará e não terá medo.

A mensagem da Páscoa é que podemos entrar na sepultura – não temos que temer a morte porque há pegadas que levam para fora da tumba. Paulo pregou a proclamação da Páscoa: “Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão?” 1 Coríntios 15:55

Esta é a mensagem que precisamos ouvir nesta Páscoa. Jesus ressuscitou! Ele tem o poder não só de dar Sua vida, mas de retomá-la.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security