Leitura de hoje: Mateus 4:12-25
 
Vericulos-chave: “Andando à beira do mar da Galiléia, Jesus viu dois irmãos: Simão, chamado Pedro, e seu irmão André. Eles estavam lançando redes ao mar, pois eram pescadores. E disse Jesus: “Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens”. No mesmo instante eles deixaram as suas redes e o seguiram. Indo adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. Eles estavam num barco com seu pai, Zebedeu, preparando as suas redes. Jesus os chamou, e eles, deixando imediatamente seu pai e o barco, o seguiram. Mateus 4: 18-22

Você pode imaginar ser Pedro ou André, Tiago ou João? Quatro pescadores sentados no trabalho, em um lugar que é familiar para você, um lugar com o qual você se sente confortável, mesmo que as coisas fossem ocasionalmente um pouco difíceis, então, de repente, Jesus aparece até você e diz: “Siga-me e farei Você pescadores de pessoas”. Como você reagiria? O que você faria?

“Discípulo” é uma palavra que muitas vezes entendemos mal. Às vezes pensamos que é uma palavra limitada aos doze homens originais que Jesus escolheu e ensinou por três anos de seu ministério. Esses homens eram discípulos, é claro, mas não eram os únicos. O termo hebraico para um discípulo é talmid. Talmid é usado exclusivamente para alguém que se entrega (como aprendiz) à Escritura e à tradição religiosa do judaísmo. É derivado do lamido que tem a idéia de treinar, bem como educar. O termo ocorre apenas uma vez no Antigo Testamento (1 Cron. 25: 8), onde é traduzido “erudito ou aluno”. O termo se refere a músicos no tribunal de Davi. Como os músicos aprendem pela prática ou pelo trabalho, bem como pelo estudo, podemos concluir que o talmid inclui prática e teoria. O termo discípulo colocou muita ênfase em fazer. Ser um discípulo era aprender fazendo. Discipulado envolve compreensão intelectual e aplicação prática. No entanto, existe uma diferença entre um discípulo e um aluno. O discípulo faz mais do que receber instrução; Ele abraça o ensino de seu professor.

Quando Jesus andou pela Terra, ele estava procurando discípulos. Os discípulos deixam suas próprias prioridades e seguem Jesus e seus ensinamentos.
Ser chamado de seguidor de Jesus não exige que você saiba tudo ou seja perfeito, mas exige que você vá e siga. No versículo 19, Jesus não anda até Pedro ou André, Tiago ou João e diz que estou apenas testando para ver se vocês serão bons pescadores de homens. Ele simplesmente os escolhe; Ele está dizendo: “Eu vou mostrar-lhe, eu vou ensinar-lhe como pescar para as pessoas” e isso é exatamente o que Ele faz conosco. Ele está constantemente mostrando, constantemente ensinando, continuamente transformando-nos, constantemente nos ajudando a brilhar Sua luz no mundo. Estamos sempre crescendo e desenvolvendo como Seus discípulos.

Fomos chamados a ser e fazer discípulos. Compartilhando o chamado de Jesus para segui-lo com nossa família, nossos amigos, nossos colegas de trabalho e nossa comunidade. Isso nos exige confiar totalmente em Jesus em todas as situações da nossa vida e ouvi-Lo.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security