Versículos-chave: “Abraão, contra toda esperança, em esperança creu, tornando-se assim pai de muitas nações, como foi dito a seu respeito: “Assim será a sua descendência” Sem se enfraquecer na fé, reconheceu que o seu corpo já estava sem vitalidade, pois já contava cerca de cem anos de idade, e que também o ventre de Sara já estava sem vigor. Mesmo assim não duvidou nem foi incrédulo em relação à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus, estando plenamente convencido de que ele era poderoso para cumprir o que havia prometido. Romanos 4:18-21  

A velhice muitas vezes nos pega de surpresa. Independentemente da sua idade, tenho certeza que você olha para trás e quer saber onde os anos foram parar. A velhice é uma coisa assustadora para muitas pessoas. Muitas vezes vem junto com a deterioração da saúde, mais dores e pior de tudo, a perda de entes queridos.
Abraão é conhecido por sua fé em Deus, que eventualmente o viu se tornar o “Pai de muitas nações” e, de fato, o pai das três principais religiões no mundo de hoje.

O que mais amo em Abraão é que ele é muito parecido conosco. Sua vida está cheia de altos e baixos. Um momento ele está se saindo muito bem e no outro, ele se confundiu novamente. Ele demonstra grandes momentos de fé que são seguidos de perto por escolhas estúpidas.

Deus prometeu a Abraão que seus descendentes seriam tão numerosos quanto as estrelas no céu. Gênesis 15:6 nos diz: Abrão creu no Senhor.” Mas, à medida que os anos passavam, ele decidiu que ele deveria ajudar Deus e tomar as coisas em suas próprias mãos. Aos oitenta e seis anos de idade, depois de dormir com a escrava de sua esposa, nasce Ismael e Abraão entra em um periodo de treze anos de silêncio da parte de Deus. Abraão provavelmente estava se perguntando se ele tinha finalmente dado um passo muito longe e se suas escolhas erradas o tinham feito perder o que Deus tinha planejado.

Quando toda a esperança se foi, Gênesis 17: 1-2 diz: “Quando Abrão estava com noventa e nove anos de idade o Senhor lhe apareceu e disse: “Eu sou o Deus todo-poderoso; ande segundo a minha vontade e seja íntegro. Estabelecerei a minha aliança entre mim e você e multiplicarei muitíssimo a sua descendência”.
Abraão tinha 100 anos quando seu filho Isaque nasceu. Hebreus 11:12 diz: “Assim, daquele homem já sem vitalidade originaram-se descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e tão incontáveis como a areia da praia do mar.” Ele era tão velho; Ele é referido como ‘sem vitalidade’. Sara tinha cerca de 90 anos quando ela teve seu filho, mesmo com a medicina moderna de hoje isso é impossível. Impossível para o homem, mas possível para Deus.

Não importa quantos anos tenhamos, Deus ainda pode nos usar para cumprir seus propósitos nesta terra. Independentemente da sua idade, você tem um papel vital a desempenhar na Igreja, e precisamos de você. Se você tem esperado anos para que a promessa de Deus seja cumprida, continue confiando. Abraão tinha 100 anos. Ana tinha pelo menos 84 anos quando conheceu Jesus depois de anos de espera no templo. Não desista, continue servindo, mantenha a confiança e Deus honrará Suas promessas a você. O salmista orou no Salmo 71:18 “Agora que estou velho, de cabelos brancos, não me abandones, ó Deus, para que eu possa falar da tua força aos nossos filhos, e do teu poder às futuras gerações.” Que seja esta a nossa oração.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

Malcare WordPress Security