Versículo-chave: “Nisso veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: “Dê-me um pouco de água”. João 4:7

Você já foi desprezado pelos outros? Talvez você tenha tomado decisões das quais você está envergonhado e, como resultado, tentar evitar as pessoas ao invés de experimentar seus olhares de desaprovação e talvez até mesmo palavras. Uma coisa é lidar com a vergonha interior, mas é muito pior lidar com o duro julgamento dos outros.

Em João 4 encontramos uma mulher que estava exatamente nesta mesma situação. Por que razão você iria sair no sol do meio-dia para coletar água? Pessoas sensatas saem enquanto ainda esta fresco e descansam na sombra durante as horas mais quentes. Sabendo disso, ela aproveitou ao máximo a oportunidade de conseguir o que precisava fazer sem ter que se deparar com ninguém.

Podemos imaginar seu desapontamento quando ela chega ao poço, e há um homem lá. Pior que isso, ele era judeu. O povo judeu desprezava até mesmo os mais nobres de seu povo. Ela provavelmente manteve a cabeça baixa e tentou evitar qualquer contato visual, mas então este homem lhe pediu uma água. Ela não queria ver ninguém, e agora este homem judeu estava tentando iniciar uma conversa com ela. Esse homem era Jesus.

Jesus começa a discutir a sede física, mas se move rapidamente para a sede espiritual. Como muitos outros, essa senhora tinha sede de ser amada. Podemos imaginar sua excitação no dia do seu casamento. Ela tinha encontrado seu verdadeiro amor. A alegria rapidamente quebrou e o relacionamento que ela ansiava trouxe sua dor, então agora ela anseia por liberdade do casamento / Conseqüentemente, ela se divorcia. Então ela fica sozinha, mas logo depois se apaixona por outro homem. Desta vez ela tinha encontrado o amor verdadeiro, mas mais uma vez ele falha. Sua vida continua em um circuito de solidão, casamento e divórcio.

Eu me pergunto quantas vezes nos encontramos em repetir um círculo de dor uma e outra vez? Pode não ser um relacionamento, mas alguma outra coisa. Dieta, por exemplo. Você perde todo o peso apenas para ganhar tudo de volta em dobro. Para outros, é a sua poupança, eles lutam pela prosperidade, mas continuam a cair de volta em dívida. E quanto ao seu relacionamento com Cristo? Talvez você continue repelindo. Um momento, você está indo a cada serviço que a igreja oferece, lendo sua Bíblia e orando todos os dias, mas você continua a deixar-se voltar para o mundo. Todos nós temos esse padrão em nossas vidas até certo ponto.

Jesus fala com a mulher e explica que sua sede realmente não é de um relacionamento físico, mas um relacionamento espiritual. Tudo o que ela tinha feito durante este tempo é beber água salgada. Cada gole aumentou sua sede.

A mulher queria ter certeza de que ela entendia o que Jesus estava dizendo. Em João 4:25, “A mulher disse: ‘Eu sei que o Messias’ (chamado Cristo) ‘está vindo. Quando ele vier, ele nos explicará tudo.” Ela está pronta agora para a revelação final de Cristo para sua alma. O versículo 26 diz: “Então Jesus declarou: ‘Eu, aquele que está falando com você, eu sou ele”.

Não havia mais dúvida. Ela tinha encontrado seu salvador. Você conheceu Jesus? Que efeito teve o encontro de Jesus com esta mulher? João 4: 28-30 nos diz: “Então, deixando o jarro de água, a mulher voltou para a cidade e disse ao povo: ‘Vem ver um homem que me contou tudo o que eu já fiz. Poderia ser este o Messias? Eles saíram da cidade e se dirigiram a ele.” Além disso, João 4: 39-41 continua: “Muitos samaritanos daquela cidade creram nele por causa do testemunho da mulher:” Ele me contou tudo o que eu fiz “.  Então, quando os samaritanos chegaram a ele, eles o encorajaram a ficar com eles, e ele ficou dois dias.  E por causa de suas palavras muitos mais se tornaram crentes.”

Jesus transformou essa mulher de alguém que estava envergonhada de encontrar alguns na rua em uma poderosa evangelista dizendo a todos o que Jesus tinha feito em sua vida. Jesus transforma alguém que tinha passado por muitos relacionamentos quebrados em alguém que ensinou como restaurar um relacionamento com Deus. Oh, que maravilha é o poder transformador da graça de Deus.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!

WordPress Security